Plataforma de pagamentos online: 5 dicas para escolher a ideal

Para garantir a conciliação dos seus pagamentos você precisar interar uma plataforma de pagamentos online completa. Confira nossa dicas para escolher a melhor solução para seu e-commerce
ecommerce-cobrança-online
Autor
Camila Lages

2023 chegou e para ter sucesso em suas vendas ao longo do ano, sua empresa precisa estar conectada a uma plataforma de pagamentos online para aumentar seu faturamento, garantir a conciliação de seus pagamentos e melhorar a experiência de compra do seu usuário. Portanto, a pergunta mais importante deste ano é: seu e-commerce está integrado a uma boa plataforma de pagamentos online?

É inegável que o sucesso do seu e-commerce nestas datas é resultado de um conjunto de fatores. Mas você também deve concordar que poucas coisas são mais frustrantes para o consumidor do que não conseguir finalizar um pagamento. Um olhar atento, neste momento, para a sua plataforma de pagamentos pode fazer toda a diferença para a experiência do seu cliente. Segundo anuário da CX Trends 2022, realizado pela Octadesk em parceria com a Opinion Box, dois em cada três consumidores brasileiros desistem da compra online por ter uma experiência ruim. Não vamos deixar que o pagamento seja um vilão desta vez, certo?

Mas afinal, como saber se o seu plataforma de pagamentos online vai “aguentar o tranco”? Bom, trouxemos aqui neste artigo alguns pontos importantes que vão te ajudar a responder essa questão.

Processo Payin Crossborder

Check List 

A boa notícia neste checklist é que os princípios básicos para uma boa operação são os mesmos para todos os business, seja você uma empresa local brasileira ou uma empresa internacional que realiza operações cross-border para o Brasil. 

1. Tenha uma plataforma Cloud Native.

É muito interessante que sua plataforma de pagamentos online rode em nuvem, porque isso garante que você terá uma plataforma de alta escalabilidade. Fornecedores assim podem oferecer maior disponibilidade nos serviços por contar com múltiplos servidores.

2. Tenha um sistema que te ofereça Redundância de Processamento. 

O conceito de redundância no mercado de pagamentos é algo bastante interessante que vale a sua atenção. A redundância aqui é a garantia de que você vai chamar uma API de cobrança para uma venda e ela estará disponível. De uma maneira mais simples, a plataforma de pagamentos online que trabalha com redundância garante a conexão do seu e-commerce com múltiplos operadores de cobranças. Então, num cenário de instabilidade de algum operador, suas vendas acabam não sendo afetadas porque há o redirecionamento do seu request para um operador disponível. Dessa forma seu e-commerce estará sempre online quando o assunto é pagamento.

3. Tenha um sistema Especialista em Alto Volume de pagamentos.

Com um processador especializado em volumes todo dia é Natal e Black Friday. brincadeiras à parte, o ganho para seu negócio se traduz não só na qualidade de processamento mas também na hora da conciliação. Fica muito mais fácil conciliar todas as suas vendas ao final se você conta com um processador que te informa em tempo real os status dos pagamentos. Para isso, busque uma plataforma de pagamentos online que trabalhe com a tecnologia de webhooks. Este é um recurso simples mas bastante inteligente que mantém a sua API informada em tempo real das mudanças de status. 

4. Tenha um sistema que pense nas operações de reembolso.

A gente sabe, essa não é a parte favorita do processo para ninguém, mas ela é real e acontece! Por isso é importante que você tenha um processador de pagamentos que esteja preparado para te ajudar com essa etapa. Procure parceiros que te ofereçam estornos automáticos de PIX, por exemplo, além da possibilidade de estorno de Boletos através de Payout na mesma plataforma. Contar com uma única plataforma para este tipo de atividade é com certeza um diferencial para sua operação em termos de tempo e eficiência. Assim você elimina a complexidade de múltiplos acessos à plataformas de internet banking para realizar uma reembolso.

5. Tenha uma Rolling Reserve adequada para sua operação. 

E já que falamos de devoluções, é importante olhar também a Rolling Reserve (RR). Mas, afinal o que é isso? Este é um termo utilizado para definir uma estratégia financeira que traz maior segurança para o e-commerce e evita possíveis perdas por estornos. 

Como funciona? Ele é uma reserva de certa quantia de dinheiro pelo processador de pagamentos. O objetivo desses fundos é cobrir as possíveis perdas com estornos. Essa reserva pode variar de 5% a 15% e alguns processadores fazem o RR com base no valor da transação, mas você pode ter outro acordo em seu contrato. É importante que essa negociação de Rolling Reserve seja flexível e de certa forma recorrente para ser adequada ao seu negócio. Ninguém quer reter mais fundos do que o necessário para as operações de estorno, certo? 

Sou um e-commerce internacional, o que mais preciso saber?

Para empresas que precisam vender no Brasil e depois remeter fundos para fora, mais do que qualquer outro business é importante ficar de olho na rentabilidade da operação. A plataforma de pagamentos certa para você será aquela que te entregará segurança, alto nível de serviço e baixo nível de burocracia. Segue nossas dicas para o seu negócio.

1. Busque liquidação rápida

Para uma boa saúde financeira, ter um fluxo de caixa equilibrado é uma das chaves do negócio. Se o seu processador te ajuda com essa liquidez, ótimo! Isso é uma parceria valiosa. Busque processadores que disponibilizem saques diários da sua conta, ou que contem com antecipação de recursos para o caso de vendas no cartão de crédito, mas cuidado com as taxas.

2. Fique de olho no FX

O FX (Foreign Exchange) é a denominação que damos para soluções de operação de câmbio. A melhor combinação para um e-commerce internacional é buscar um processador de pagamentos que ofereça na mesma plataforma não só a operação de processamento de pagamento local, mas também a possibilidade de conversão de moedas para remessas internacionais. Com essas soluções combinadas toda a venda ocorrida no Brasil poderá ser convertida para qualquer moeda estrangeira e os fundos depositados em qualquer banco do mundo.

3. Atendimento do cliente final

Principalmente nas datas de maior aquecimento do mercado de ecommerce (Dia das mães, Dia dos Namorados, Black Friday e Natal) é importantíssimo que você olhe também para o atendimento do seu público final.

Lembrando, dois em cada três consumidores brasileiros desistem da compra online por ter uma experiência ruim. Não ter apoio no atendimento entra, com certeza, no hall de experiências ruins. 

Mas o que o seu processador de pagamentos tem a ver com isso? Ele pode trabalhar em parceria nos atendimentos de chamados dos consumidores. Por exemplo, por experiência própria, sabemos que os consumidores tendem a resgatar a cobrança quando precisam tratar alguma reclamação. Lá encontram não só informações do seu e-commerce, mas também os dados do Processador de Pagamentos.

Ter um processador que não está atento a esses contatos em canais como o Reclame Aqui e nem trabalha em parceria com você para resolver esses casos te faz perder uma boa oportunidade de posicionar sua marca com uma boa reputação perante os clientes brasileiros.

Bom, essas foram as nossas dicas. Espero que esses insights te ajudem a fazer um checklist no seu Sistema de Pagamentos atual para que a sua Black Friday e Natal sejam tranquilos e lucrativos!  

E se você curtiu este artigo, saiba que todos esses pontos você encontra aqui na WePayments. É por isso que dizemos que trabalhamos em parceria muito forte com nossos clientes e conhecemos muito do funcionamento do mercado de pagamentos no Brasil. Juntos podemos levar sua operação de pagamentos para um novo patamar.

Camila Lages
Product Marketing Owner

Inscreva-se na nossa newsletter

Destaques

Solução de pagamentos PIX via integração API, entenda melhor como funciona nossa plataforma.
We Payments
PIX, o novo método de pagamento brasileiro que promete revolucionar o mercado. No entanto, a questão permanece é seguro?
We Payments
Conquiste o mercado brasileiro! Compare o perfil de consumo nacional com o crescimento das vendas cross-border no Brasil e descubra o potencial para sua empresa. WEpayments, a plataforma de pagamentos ideal para o mercado brasileiro.
We Payments
As APIs de pagamento surgem para ajudar as empresas de pagamento em massa a otimizar e melhorar seu fluxo de pagamento. Descubra como elas funcionam
We Payments